Ricardo Rocha fala sobre demissão de Aguirre, Rodrigo Caio e ano do São Paulo no Seleção
Últimas Notícias
publicidade

Ricardo Rocha fala sobre demissão de Aguirre, Rodrigo Caio e ano do São Paulo no Seleção

Ex-jogador deixou o cargo de coordenador de futebol do Tricolor após o Brasileirão

0 0 0 0
Foto: Divulgação

Ricardo Rocha foi o convidado do Seleção SporTV desta quinta-feira e falou sobre a temporada do São Paulo, onde trabalhou como coordenador de futebol. O ex-jogador, que deixou o Tricolor e acertou com o Criciúma, falou sobre a campanha da equipe no Brasileirão, se posicionou contra a demissão do técnico Diego Aguirre e disse que o zagueiro Rodrigo Caio deveria deixar o clube.

– Primeiro turno foi excelente. Segundo turno, há uma queda absurda. Quando todo mundo no primeiro turno dizia que ia ser campeão, eu sempre falava: "Calma, falta muita coisa". Aí começam os problemas, o Everton se machuca, um jogador importantíssimo. Nosso elenco não teve encaixe, começou uma queda de produção de jogadores – afirmou.

Ricardo Rocha acredita que a falta de opções no elenco foi determinante para o São Paulo cair de rendimento. Ele ainda negou qualquer clima ruim entre os jogadores e a comissão técnica, na época encabeçada por Diego Aguirre.

– O que aconteceu foi isso. O torcedor acreditou, como qualquer um, mas eu sempre falava que ainda tinha muita coisa (para ser campeão). Ninguém entregou nada, ninguém estava insatisfeito. Como vai estar insatisfeito se está em primeiro lugar? A queda de produção vem de vários fatores. Não tivemos substitutos à altura dos jogadores que se machucaram. Por que não tiveram um elenco mais forte? Porque não tinha como competir com Flamengo e Palmeiras, a verdade é essa – disse Ricardo Rocha.

O dirigente revelou que era contra a demissão de Aguirre após o clássico contra o Corinthians.

– Faltavam cinco rodadas, e eu falei isso para o Raí e algumas pessoas. Se eu estivesse na reunião, eu tentaria que não derrubassem o Aguirre. Tinha diretor de futebol, que responde por todos nós, que é o Raí. Em momento algum, nós falamos sobre queda de treinador. Raí estava muito triste, eu também, o time estava jogando muito mal. Mas o Aguirre foi importante para a gente. Não quer dizer que eu não queria o Jardine. Acho que capacidade ele tem, poderia assumir depois. Se eu estivesse nessa reunião, deixaria os cinco jogos. Rai foi massacrado.

– Poderia ter esperado. Essa crítica era uma coisa que a gente não queria. A gente tentou manter Dorival, não deu, ele também tinha problemas particulares. Acontece que o Aguirre foi muito bem. Não precisava ter esse tipo de problema. A gente ia ter a crise, aumentamos essa crise. E vou dizer: estou com Raí para o que der e vier, todas as definições. Raí vai errar, mas vai acertar muito mais. O trabalho dele é ótimo no São Paulo – acrescentou.

Ricardo Rocha também comentou as últimas declarações do zagueiro Rodrigo Caio. O jogador fez críticas a Diego Aguirre e não descartou a saída do clube em 2019.

– É uma opinião do Rodrigo, você tem que respeitar tudo. É jogador importante para o São Paulo, mas naquele momento o Aguirre achava que era o quarto zagueiro. Rodrigo ficou muito tempo parado. Ele teve proposta boa antes da Copa, ficou porque esperava ser convocado. Ele é ótimo jogador. E digo mais: por essa declaração dele, é bom ele sair. Ele tem que sair, ou emprestado ou vendido, porque tem muita bola. Voltar à seleção brasileira. Falei para ele. Ele precisa mudar a cabeça dele. É a pressão que é muito grande. Tudo que dá errado é Rodrigo. E não é assim. Tudo não pode ser ele.

Ricardo Rocha defendeu o trabalho que fez no São Paulo.

– Futebol é confessionário, tem muita coisa do vestiário que não se pode falar, e eu não vou falar. Mas recebi muitas críticas de que não falava, não dava a cara. Não falei porque houve ordem de quem falaria sobre futebol seria o Raí, diretor de futebol.

– Quando alguns torcedores perguntavam o que eu estava fazendo ali, ele não sabe o que eu fiz no dia a dia. Procura saber com os jogadores, comissão técnica, fisioterapia, médico, psicóloga. Esse é meu trabalho. Eu estava unindo o grupo, jogadores, comissão e direção. Tenho a consciência tranquila de que fiz da melhor maneira possível. Saí de portas abertas do São Paulo, com amizade do Raí, de todos.



Confira as novidades do SPFC no vídeo abaixo
SPFC ULTIMAS NOTICIAS: COLOMBIANO E ARGENTINO CAMISA 10; THIAGO MENDES, AGUIRRE E MAIS! - LAYLA REIS



SPFC, RICARDO ROCHA, 2018.

E MAIS: São Paulo sinaliza ao Athletico que tem interesse na contratação do atacante Pablo

CLIQUE AQUI

Veja as novidades do SPFC no vídeo abaixo

SPFC ULTIMAS NOTÍCIAS: Hernanes e Ganso; Marlos Moreno; Ezequiel Barco e mais! - Layla Reis




Avalie esta notícia: 25 8

Comentários (7)

06/12/2018 20:19:33 Claudio Araujo

Tem muita coisa podre! Nesta podridao

06/12/2018 15:59:28 Henrique Higashio

MARCO AURÉLIO CUNHA VC TEM Q SER O NOSSO PRESIDENTE. ESSE É O SENTIMENTO DE MUITOS. QUEREMOS O SP CAMPEÃO NAO DE MÃO DADAS COM AS ORGANIZADAS.

06/12/2018 15:43:32 Guigo12

Tem algo muito podre dentro do nosso clube. Não é possível tantos profissionais passarem por lá e ninguém dar certo. Muricy, Milton Cruz, Pintado, MAC, Luiz Cunha, Ceni, entre outros.
Ninguém consegue ficar mais que 6 meses, ou é queimado pela diretoria ou pede pra sair, não há continuidade, projeto a longo prazo.
O pior é que ninguém fala nada, mesmo depois de sair, e nós ficamos nessa de pura especulação.

Respostas - 1

06/12/2018 15:58:51 ewlsspfc

Qual é o espanto? Tire pelos cornetas desse site. Ninguém tem paz para trabalhar lá não...aí junta os dirigentes incompetentes que não sabem nada de futebol, iguais a estes cornetas, e o ciclo se perpetua...

Respostas - 1

06/12/2018 16:05:54 tricoloko1983   

Teve um momento em que o Ricardo reclamou de críticas que ele, Raí e Lugano receberam. Falou algumas frases que parecia tópicos deste site

06/12/2018 15:32:35 tricoloko1983

Assisti a entrevista e gostei muito. Vi muita sinceridade. Falou de suas funções e um pouco do dia a dia no clube. Falou muito bem do trabalho do Raí. Ele sempre afirmando que o clube está no rumo certo. Gostei da entrevista e mudou até minha opinião sobre o Raí.

06/12/2018 15:16:01 Paulo Simianco

Papo furado , concerteza viu muita coisa podre lá dentro e decidiu saí logo antes que se contaminasse , o problema do são Paulo é no comando da presidência , quando o Leco sair do São Paulo pode ter certeza vamos começar a montar time pra ser campeão , enquanto estiver esse presidente lixo , vamos sempre ter equipes inferiores , fracas , somente para participar do campeonato e não para tentar ganhar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.