Diego Aguirre: treinador com histórico tricolor
publicidade

Diego Aguirre: treinador com histórico tricolor

Novo comandante são-paulino teve outra passagem pelo clube: como jogador em 1990

0 0 0 0
por Arquivo Histórico do São Paulo FC - Aguirre pelo Tricolor em 1990

O técnico Diego Aguirre, recém-contratado pelo Tricolor, já teve o nome relacionado com a história do Mais Querido em outa oportunidade: Aguirre foi atacante do São Paulo no segundo semestre de 1990.



Como jogador, o uruguaio começou a carreira defendendo as cores do Liverpool da terra natal, em 1985, mas fez sucesso mesmo pelo Peñarol, onde conquistou a Copa Libertadores de 1987. Depois de passagens por Olympiacos, da Grécia, Fiorentina, da Itália, e Internacional, Aguirre chegou ao Tricolor por empréstimo do Central Español, do Uruguai, em 15 de junho de 1990, com o aval do técnico conterrâneo, Pablo Forlán.

O Tricolor, naquela altura, não estava bem no Campeonato Paulista e reconstruía o plantel para a disputa do Brasileirão e da Copa do Brasil. O atacante era uma das apostas da comissão são-paulina, junto a outro “oriental”: Juan Ramón Carrasco.

Como a papelada de regularização de trabalho de estrangeiro demorou a ficar pronta, Aguirre somente estreou pelo São Paulo no dia 15 de julho – um mês depois de vinculado ao clube – em um amistoso contra o Pouso Alegre, em Cambuí (MG), em que os tricolores venceram por 1 a 0, gol de Cafu. Curiosamente essa partida também marcou a estreia do goleiro Zetti, que rendeu a Gilmar no segundo tempo.

Enquanto Forlán se manteve como treinador do time são-paulino, Aguirre esteve na linha de ataque do Tricolor. Ao todo, o atacante participou da conquista de dois torneios amistosos (a Copa Amizade, no Chile, e o Quadrangular de León, no México), fez 17 partidas pelo clube e marcou sete gols, chegando, até mesmo, a anotar um de bicicleta - contra o Grêmio, no Beira-Rio, pela Copa do Brasil. Apesar da baixa eficiência, Aguirre terminou como o principal artilheiro do time na temporada, empatado com Raí e Mário Tilico.

Após uma contusão no joelho, e a chegada de Telê Santana ao posto de comandante do time são-paulino, Aguirre perdeu espaço no elenco para Eliel e Paulo César. Na campanha que terminou com o vice-campeonato nacional, Aguirre não tomou parte, mesmo recuperado. No ano seguinte, o empréstimo foi rompido e o uruguaio acabou por jogar na Portuguesa.

Agora, em 2018, Aguirre retorna para ser o 14º treinador efetivo que também foi jogador profissional do clube. Além disso, ele será o 15º técnico de origem estrangeira da história do Tricolor – o quinto uruguaio. Confira, abaixo, as relações completas e a lista de jogos de Diego Aguirre pelo São Paulo.


(o gol de bicicleta de Aguirre contra o Grêmio, fora de casa)





(o último gol de Aguirre pelo Tricolor, contra o Bahia)


TODOS OS TÉCNICOS EX-JOGADORES DA HISTÓRIA DO CLUBE

Afrodísio Xavier, o Formiga (interino) - 1932
Clodoaldo Caldeira - 1933/35
Zarzur (interino) - 1947
Leônidas da Silva - 1950, 1951, 1954, 1955-57
Caxambu (interino) - 1957, 1961, 1962
Armando Renganeschi - 1958/59
Remo Januzzi (interino) - 1960
Jair Rosa Pinto (substituto) - 1963
Jose Poy - 1964/65, 1970, 1971, 1972, 1973/76, 1982/83
Alfredo Ramos - 1972
Rubens Minelli (categorias de base) - 1977/79
João Leal Neto (interino) - 1981
José Carlos Serrão (interino) - 1983, 1986
Pablo Forlán - 1990
Silva (substituto) - 1991, 2007
Márcio Araújo (substituto) - 1993
Muricy Ramalho - 1993/97, 2006/09, 2013/15
Darío Pereyra - 1997/98
Nelsinho Baptista - 1998, 2001/02
Pita (interino) - 1998
Mário Sergio - 1998
Milton Cruz (interino) - 1999/2015
Roberto Rojas - 2003/04
Sérgio Baresi (interino) - 2010
Doriva - 2015
Pintado (interino) - 2016/17
Vizzoli (substituto) - 2016/17
Rogério Ceni - 2017
Diego Aguirre - 2018


(Gol de Aguirre contra o Bragantino, no Morumbi)

OS TREINADORES ESTRANGEIROS NO SÃO PAULO

URUGUAI - 5 treinadores

DARÍO PEREYRA. Alfonso Darío Pereyra Bueno
Comando de 1997 a 1998
19/10/1956. Sauce, Uruguai

FORLÁN. Pablo Justo Forlán Lamarque
Comando em 1990
14/07/1945. Mercedes Soriano, Uruguai

PLATERO. Ramón Platero
Comando em 1940
31/12/1894. Canelones, Uruguai

ROSS. Conrado
Comando de 1942 a 1943
08/08/1908. Montevidéu, Uruguai
Campeão Paulista de 1943

AGUIRRE. Diego Vicente Aguirre Camblor
Comando em 2018
13/09/1965. Montevideo, Uruguai

ARGENTINA - 4 treinadores

BAUZA. Edgardo Bauza
No comando desde 22/12/2015
26/01/1958. Granadero Baigorria, Argentina

JIM LOPES. Alejandro Galan
Comando de 1953 a 1954 e 1965
06/07/1912. Buenos Aires, Argentina
Campeão Paulista de 1953

POY. Jose Poy
Várias passagens entre 1964 e 1983
16/04/1926. Rosario, Argentina
Campeão Paulista de 1975

RENGANESCHI. Armando Federico Renganeschi
Comando de 1958 a 1959
10/05/1913. Capitán Sarmiento, Argentina

HUNGRIA - 3 treinadores

AMSEL. Ignác Amsel (Ignaz Angyal)
Comando em 1939
17/01/1899. Kispest, Hungria

GUTTMANN. Béla Guttmann (Béla Gárdos)
Comando de 1957 a 1958
13/03/1900. Budapest, Hungria
Campeão Paulista de 1957

MARINETTI. Eugenio Medgyessy (Jenõ Medagyensky)
Comando de 1932 a 1933
1891. Szolnok, Hungria

CHILE - 1 treinador

ROJAS. Roberto Antonio Rojas Saavedra
Comando em 2003
08/08/1957. Providencia, Chile

COLÔMBIA - 1 treinador

OSORIO. Juan Carlos Osorio Arbeláez
Comando em 2015
06/08/1961. Santa Rosa de Cabal, Colômbia

PORTUGAL - 1 treinador

JORECA. Jorge Gomes de Lima
Comando de 1943 a 1947
07/01/1904. Lisboa, Portugal
Campeão Paulista de 1943, 1945 e 1946

Fora estes, há indícios que o argentino Ponzoníbio (já relacionado entre os jogadores) possa ter treinado a equipe do São Paulo em alguma partida do clube em 1939, mas o fato não foi ainda comprovado.


(De cabeça, Aguirre marcou para o Tricolor contra o Criciúma, no Morumbi)


E MAIS: Ganso negocia saída da França e pode voltar ao Brasil

CLIQUE AQUI

Veja as novidades do SPFC no vídeo abaixo

SPFC ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Barrera e M.Moreno; R.Caio e R.Rocha; Carlinhos Neves e mais - Layla Reis




Avalie esta notícia: 6 0

Comentários (2)

13/03/2018 09:37:10 tricolaço7

Olha essa camisa que o Aguirre está vestindo!!!

Que loka!!!!

Patrocínio da Adidas com o logo antigo (ainda hoje utilizado como Adidas Original) e patrocínio da Coca Cola!!!

13/03/2018 09:26:52 Adilson Souza Marques

Ele e Ney bala formaram um dos piores ataques do tricolor...espero que como técnico tenha sucesso !!!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.