Leco confirma que executivo ganhará bônus em vendas de atletas no SP
publicidade

Leco confirma que executivo ganhará bônus em vendas de atletas no SP

Valorizado, Gustavo Vieira de Oliveira toca o futebol do Tricolor e tem remuneração semelhante a de grandes executivos. Presidente explica novo modelo de contrato

0 0 0
Desde que Carlos Augusto de Barros e Silva sentou na cadeira da presidência do São Paulo, quem conduz o futebol do clube é Gustavo Vieira de Oliveira. O poder do diretor-executivo vai desde seu campo de atuação à remuneração, que o coloca no mesmo patamar dos grandes executivos do futebol brasileiro atualmente.

Em entrevista ao LANCE!, Leco confirmou que, além de uma remuneração fixa (R$ 80 mil), Gustavo terá uma participação no lucro das vendas de jogadores que ele contratar. É um bônus de 3%. Pedindo transparência, o presidente explicou como fez o modelo de contrato.

– No momento em que discuti com ele a contratação, ele apresentou uma pretensão salarial que se baseava numa proposta de outro clube (Cruzeiro). Pegamos três grandes exemplos de profissionais de outros clubes e conclui que a pedida era justa. Mas que o São Paulo num primeiro momento precisava ter um certo fôlego, aí eu pechinchei. E estabeleci com ele que o ganho seria dois terços menor do que ele queria, e que daqui seis meses, chegaríamos lá. Aí estabeleci um ganho de produtividade. Os jogadores que o São Paulo contratasse por ação dele e vendesse, porque não é ele que compra nem que vende, é o São Paulo, ele teria essa participação. Estou incentivando o cara. É merecimento – disse.

Assim, daqui três meses o salário de Gustavo chegará a R$ 100 mil e, em seis, R$ 120 mil. Leco também tratou do assunto na última reunião de Conselho Deliberativo do ano, no último dia 15 de dezembro.

Gustavo voltou ao futebol do São Paulo no fim de outubro, cinco meses após deixar o cargo por divergências com o ex-presidente Carlos Miguel Aidar. Nesse período, visitou clubes europeus, cogitou uma parceria para gerir um clube em Portugal, e recebeu propostas de Coritiba e Cruzeiro. Estava valorizado.

Com carta branca de Leco e do vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro, Gustavo começou a implantar o departamento de scout, cuida de todas as negociações de jogadores e conduziu o processo de escolha do novo técnico, acertando tudo com o argentino Edgardo Bauza. Tem sido muito elogiado.

Nos bastidores, Gustavo é visto como um dirigente que zela pelos interesses do clube e que por isso tenta baratear ao máximo toda negociação. Isso chega a irritar empresários, algo que o São Paulo vê como positivo.

Entrevista exclusiva com Leco

Poderia explicar melhor o modelo de contrato do Gustavo?

Ele vai trabalhar, nos convencer de comprar e depois de que é bom vender. A diferença que tem nisso aí, ele teria uma participação que é muito pequena, e mais do que justa, valor de 3%. Por ele, por obra dele, pela pesquisa dele, a tratativa, e o São Paulo conquistar um jogador por R$ 2 milhões e depois de um tempo vender por R$ 10 milhões, 97% desse valor é do São Paulo e 3% dele. Não é comissão, não é ilegalidade.

Como repercutiu no clube?
Causou assim uma comoção, alguma intenção maldosa, e na reunião de conselho expliquei muito claramente e tenho a sensação de que convenci a todos. Porque é algo legítimo, ganho por produtividade.

Não seria mais justo o ganho sobre conquistas?
Mas isso são conceitos que se fundem, não se excluem. O jogador que tiver conquista, ele se valoriza e será vendido melhor. E não é possível no futebol ignorar o aspecto comercial
VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

LEIA TAMBÉM: São Paulo, Corinthians e Flamengo monitoram jogador do Santos, que segue sem renovar

LEIA TAMBÉM:Pato deve ganhar sequência em posição na qual se destacou com Osorio

E MAIS: Neres se aproxima de renovação no Ajax e pode "frustrar" São Paulo


Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!






Avalie esta notícia: 57 41

Comentários (26)

29/12/2015 18:06:59 ECLTRICOLOR

Tomará q faça um bom trabalho....
mas o cara começar agora e já começar ganhando deste tanto

29/12/2015 14:41:57 analista_RN

Se for assim nesses moldes, só com a venda do Maicon, além dos 80 mil mensais, já acrescentou mais R$ 210.000,00 (3% de R$ 7.000.000,00) na conta bancária só do Gustavo, imagina a conta dos demais cardeais que não largam o osso. É a nossa instituição ficando cada vez mais pobre e os dirigentes fazendo a farra com o dinheiro do nosso clube amado.

29/12/2015 12:59:08 Renato76

Primeiro a materia foi mal escrita.

Vamos lá:
Leco confirmou que, além de uma remuneração fixa (R$ 80 mil), Gustavo terá uma participação no lucro das vendas de jogadores que ele contratar. É um bônus de 3%.

Se Leco já confirmou que o salário fixo dele será de R$ 80 mil reais + bônus, logo os 2/3 a menos que ele esta recebendo agora (por um periodo de 6 meses - pechinchado pelo presidente), recaem sobre os 80 mil,
Logo ao meu ver ele recebe agora e pelos proximos meses: R$ 54 mil.

E após vencido o periodo de 6 meses pedido, ele ira para o salário de R$ 80 mil. + bõnus.

Com relação ao bônus faria da seguinte forma:
- Seria aplicado encima da DIFERENÇA entre o valor pago e valor recebido.
Exemplo:
Gustavo negociou a contratação de Buffarini pelo São Paulo por R$ 5 MI.
Apos 2 anos veio uma proposta europeia por R$ 35 MI.

O clube vende, e o saldo a que o Gustavo tem direito é encima dos R$ 30 MI (Venda: 35 - Compra:5).

E não encima do valor total da venda, até porque o preço de compra podemos considerar reposição no caixa e não lucro.

Não vejo nada demais.
Acredito que 2% seria ideal, mas como o presidente já negociou, então não é nada do outro mundo.

O importante é ele razer peças boas, que rendam em campo e depois gerem lucro ao clube.

E não wesleys e einaldos da vida.
É nisto o presidente tem que ficar de olho.

29/12/2015 12:40:50 gled

Parabéns ao Leco foi extremamente competente na forma de negociar.

O Gustavo foi hiper elogiado pelo empresário do Bauza pela forma que negociou.
O empresário (um dos poucos honesto) o Pepinho disse em entrevista pra ESPN que está muito melhor lidar com os gerentes executivos dos clubes em especial o Gustavo que pra ele é o mais promissor dos que estão por aí porque não deixa nenhum dirigente interferir no momento de acerto, diferente por exemplo que acontece segundo ele no bom Edu Gaspar da Travecada.

Agora torcedor quer profissionalismo mas odeia qualquer ação que o Leco faz, algo que não fazia quando o Aidar inseria a namorada em negociações de 20% em tudo, até na compra de cloro da piscina do SPFC.

Parabéns

29/12/2015 11:14:11 trihexa

Pega esses jogadores mediocre e troca quatro por um com outro time....

29/12/2015 11:11:36 trihexa

E triste ler esta materia,esse pessoal que está comandando o São Paulo, está parecendo o pessoal do P.T.

29/12/2015 10:53:55 terror1sp

já que o presidente quer tanto ter vendas no futuro , porque ao invés de contratar jogadores com salários altos, não vai nas categorias de base e pegue alguns mlks de lá, muitos ali irão dar muito dinheiro Para o clube

29/12/2015 10:19:04 RotInPieces

Alguém pode me informar pelo menos 1 trabalho desse cara como diretor-executivo em algum clube e que teve sucesso ?
Perderam a noção do dinheiro...
Nego vai ganhar 120.000 por mês e ainda 3% do lucro das transferências de jogadores indicados por ele.
Se fosse um cara consagrado nesse meio eu ainda fico quieto..
Mas o Gustavo... o sobrinho do Rai...

Respostas - 2

29/12/2015 11:38:40 saopauloalegre

E outra coisa, se querem profissionalizar o Futebol, tem que investir.
Ficar pagando preço de banana é mesma coisa que tapar o sol com a peneira, além do mais, apesar de achar o Leco, sem pulso firme, acho extremamente bem intencionado, para o bem do clube, ao contrário de juvenal e aidar.

29/12/2015 11:34:03 saopauloalegre

Acho que o Gustavo Vieira Vale isso que o Leco esta propondo.
Acho que essa turma que vai contra, diretores principalmente, é só para tumultuar é a turma de quanto pior melhor.
Vamos deixar o Gustavo Vieira trabalhar e ponto.
Se ele não der retorno ao São Paulo FC , tira ele do comando simples , mas tem que deixar trabalhar.

29/12/2015 09:36:46 jairolm

COM ESTA DIRETORIA PATÉTICA INERTE QUASE MORTA E JOGADORES BISONHOS SEM ALMA COMO WESLEY BRUNO CARLINHOS MICHEL BASTOS REINALDO LUCÃO GANSO ESTAMOS FERRADOS PARA 2016.
VAMOS CONTINUAR TOMANDO VAREIO DOS RIVAIS.

Respostas - 2

29/12/2015 11:44:03 saopauloalegre

O SPFC não tem dinheiro, esta certo de ter cuidado com contratações.
Ortigoza 31 . Bufarini 29, Caruzo 31, centroavante 29 , são jogadores no terço final no futebol, apesar de ótimos não vale a pena desprender valores enorme por eles, tipo 20 milhões por ortigoza e Bufarini.
Está certo a diretoria, e como o Bauza falou, o Gustavo foi muito honesto sobre a falta de dinheiro.

29/12/2015 09:27:01 DuMobile

Merecimento de comissão a parte, pelo menos agora os dados estão sendo passados claramente e as negociações feitas em sigilo. Estamos voltando ao normal finalmente.

29/12/2015 09:25:41 VelhoSampa

É bem mais barato do que pagar 40% (20 pra Cinira e mais 20 para o Aidar)

29/12/2015 08:56:29 Jupiteriano

Por isso que jogadores experientes não são contratados . Esse verme só contrata já pensando na comissão da venda futura. Jogadores como Lugano sabe-se que não terá esse lucro PESSOAL futuro.

Respostas - 1

29/12/2015 11:58:00 saopauloalegre

Como falei acima, Vamos Aguardar !!! Por enquanto o trabalho do Gustavo Vieira esta muito bem executado, contratou o Bauza, no sigilo, com consentimento dos outros responsáveis pelo futebol.
Sobre o Lugano, seria uma boa, principalmente para os mais jovens , para o marketing e para o sócio torcedor.
Vamos Aguardar e deixar o Gustavo Vieira trabalhar !!!!

29/12/2015 08:47:33 binhurb

Acho que ta bom!... estavam falando em 300 mil pra ele....

29/12/2015 08:38:11 Vagão

NO CASO DO LUCAS, QUANTO SERIA A COMISSÃO ?
.
E ainda tem os PF
.
Entra ano, sai ano ... entra Presidente, sai Presidente ... Nada muda

Respostas - 1

29/12/2015 10:06:06 capa572

O Lucas era da base, não foi contratado, logo não há comissão. O Leco tenta dar transparência, mas vem gente falando em PF...Provavelmente pq se fosse elssa pessoa o executivo haveria o PF...Até prova em contrário, todos são sampaulinos, interessados no engrandecimento do SPFC e agindo como eu atuaria se estivesse no lugar dele. É claro q há deploráveis exceções, como Aidar e seus familiares, mas acabam descobertos e atirados na lama. Leco é da escola de MPG e Gustavo é sobrinho de Raí, gente com estirpe e caráter.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.