Nota Oficial de esclarecimento sobre reunião - Oposição #SPFCForte
publicidade

Nota Oficial de esclarecimento sobre reunião - Oposição #SPFCForte

0 0 0
ota oficial da oposição

O ?#?SPFCforte? vem esclarecer aos sócios e torcedores os motivos que levaram o grupo a se abster da votação, ontem, no Conselho Deliberativo, para aprovação da obra de cobertura do Estádio do Morumbi.

Entendemos que a obra referida é a mais importante da história do clube desde a inauguração do Estádio e, por isso, merece total atenção para não seguirmos os recentes exemplos de desgaste na relação entre clube e construtora.

O #SPFCforte, formado por conselheiros vitalícios e eleitos, reconhece que essa é uma obra de suma importância para equiparar o Estádio às arenas modernas que virão.

Nosso ponto divergente tem total relação a um dos princípios que seguimos: a transparência.

Os conselheiros não tiveram acesso a algumas cláusulas de um contrato longo, dividido em quatro partes com mais de 1.200 páginas. Nosso candidato à presidência, Kalil Rocha Abdalla, solicitou por diversas vezes que o contrato fosse disponibilizado em sua totalidade, mas os situacionistas nos privaram desse direito, que por sua vez é soberano estatutariamente. Nosso corpo jurídico não teve acesso as tais “cláusulas de confidencialidade”, denominada assim pela situação, nem mesmo o Dr. Kalil Rocha Abdalla, ex-diretor jurídico do clube.

O que o grupo #SPFCforte fez ontem, foi se abster de votar porque o contrato não foi submetido ao Conselho Deliberativo. Basta verificar todas as atas para ver que não houve aprovação do Conselho Consultivo.

Queremos um São Paulo forte, pra isso temos que retomar a relevância, a autonomia e a soberania do Conselho Deliberativo nas discussões de interesse do clube.

Atenciosamente,

Grupo #SPFCforte
VEJA: Cuca pode poupar Antony em duelo com o Bahia pela Copa do Brasil


LEIA TAMBÉM: São Paulo tem reunião marcada para fechar contratação de centroavante



LAYLA REIS - VAR SÓ FUNCIONA CONTRA O SÃO PAULO?







Avalie esta notícia: 59 13

Comentários (17)

18/12/2013 22:15:28 Villa07




18/12/2013 21:13:01 Madruga.Rox

"um contrato longo, dividido em quatro partes com mais de 1.200 páginas."

exclarecer as duvidas de um contrato desse em 1 reunião é sacanagem neh ?
isso ai exige muito tempo de estudo para identificar as maracutaias do pudim de pinga

18/12/2013 20:00:29 Sidão_

Raja Casablanca

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

18/12/2013 19:59:41 willknight

Kalil presidente tem meu apoio quero o são Paulo forte vencedor chega de incompetência chega de Juvenal e companhia.

Respostas - 2

18/12/2013 19:53:09 robsonceni

so que a reuniao era exatamente pra isso pra esclarecer todos os pontos do contrato que nao ficaria nenhuma duvida pra nimgem e a parte de sigilo nao é uma imposiçao da diretoria no programa de meio dia da trasamerica foi esclarecido pelo dirigente do spfc que existe um termo chamado de informaçoes privilegiadas que no momento nao pode ser aberto so isso e se a oposiçao ta falando e reconhece que é a obra mais importante depois da contruçao poderia ter comparecido se informado discutido pouco importava quem levaria a fama mais por picuinha deixar uma obra tao importante atrasar ainda mais ou ate correr o risco de perder acho que foi uma decisao mal tomada so pra esclarecer nao sou a favor nem de A nem de B OK SOU A FAVOR DO MEU TRICOLOR!!!!

Respostas - 1

18/12/2013 20:01:32 Minduri

fala bobagem cara. em uma reuniao presidida por estes merdas e donos da palavra não daria para entender o contrato todo.
a oposiçao tem direito ao tempo que quiser e a fazer valer seu direito de concordar ou nao.
Chega de ditadura
qto as clausulas confidenciais têm que ver ate que ponto sao justificaveis pois as coisas devem ser o mais publico possível, resta ver se isto nao passa de um monte de artimanha para se ganhar em cima

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.