publicidade

Sócio-torcedor do São Paulo fica estagnado e é ponto chave na eleição

0 0 0
Quando o assunto é sócio-torcedor no Brasil, o São Paulo é vanguardista. Afinal, o time do Morumbi foi o primeiro clube do país a abraçar o projeto de fidelização de sua torcida através de um programa que traga vantagens para aqueles que queiram pagar uma mensalidade. Não à toa, o o Tricolor ainda é dono do domínio "sociotorcedor.com.br" na internet.



No entanto, se um dia o São Paulo foi pioneiro no setor, hoje vê o seu programa estagnar e ser ultrapassado por uma série de clubes cujas torcidas são consideravelmente menores. Não à toa, o sócio-torcedor deverá ser um fator fundamental na corrida eleitoral do Tricolor, que culminará na eleição presidencial em dezembro deste ano.


LEIA TAMBÉM: Gabriel Sara é o melhor jogador do São Paulo e supera críticas das redes sociais


O último momento no qual o programa do São Paulo se destacou foi em 2016. Naquele ano, o time chegou à semifinal da Libertadores e, por conta da grande concorrência na busca por ingressos das partidas do torneio continental, o clube chegou à marca dos 100 mil sócios. No entanto, desde então, esse número despencou: antes da pandemia do coronavírus, o Tricolor contava com 30 mil sócios.

Os dados não são preocupantes apenas em relação ao número total de torcedores que aderem ao programa, como também são no âmbito financeiro. De acordo com uma pesquisa produzida pela Sports Value, o São Paulo sequer aparece entre as 12 maiores arrecadações com sócios em 2019 no Brasil. Com um valor de R$ 9,5 milhões no ano, o clube do Morumbi ficou atrás de times como o Athletico Paranaense, o Bahia, o Fortaleza e o Ceará.

O cenário da atual temporada também não é animador. Afinal, a previsão de receita do São Paulo para o primeiro semestre através do programa era de R$ 7,8 milhões, ao passo que apenas R$ 4,4 milhões entraram nos cofres do clube. O Tricolor se justifica apontando a pandemia como obstáculo para que a meta fosse atingida.

Com todos esses elementos, é inevitável que o sócio-torcedor seja pautado pelos dois candidatos que pleiteiam o cargo máximo do clube, ocupado no momento por Leco. Confira abaixo o que Julio Casares e Roberto Natel pensam sobre o programa.

Julio Casares

De acordo com o plano de gestão de Julio Casares, o sócio-torcedor do São Paulo será "totalmente redesenhado" caso ele seja eleito, baseado em programas europeus, como os do Barcelona e Juventus. O candidato também garante que essa reestruturação também acontecerá logo após o pleito, que ocorre em dezembro.

Em relação aos planos, Casares pretende elaborar novos pacotes, buscando atingir mercados segmentados. Dentre os exemplos citados, o candidato tem o objetivo de criar uma opção popular, além de uma alternativa familiar e outra para são-paulinos de outros Estados.

Em termos financeiros, a meta inicial de Casares será dobrar a receita com o sócio-torcedor de 2019 (R$ 9,5 milhões) em seu primeiro ano como presidente. Além disso, o candidato pretende posicionar o São Paulo na terceira posição do ranking de maiores programas do país, já que o clube tem a terceira maior torcida do Brasil. Dessa forma, a ideia é ter o sócio-torcedor como uma das maiores fontes de renda do Tricolor, podendo ser um do principais "patrocinadores" da instituição.

No que diz respeito à participação do sócio-torcedor no processo eleitoral do São Paulo, Casares está aberto a levar a discussão para o Conselho. No entanto, o candidato pondera que uma eventual mudança abrupta no estatuto poderia permitir que figuras populares e sem experiência de gestão obtivessem vantagens nas votações.

Roberto Natel

De acordo com o plano de gestão de Roberto Natel, o sócio-torcedor do São Paulo está em "estado de abandono". O candidato garante que, se eleito, irá "repaginar o programa". Em contato com a reportagem da Gazeta Esportiva, o postulante ao cargo máximo do clube garantiu que contratará profissionais especializados para a reestruturação dos planos, visando entender de maneira aprofundada os perfis dos torcedores.



Natel é categórico ao taxar o atual programa como ultrapassado e pretende impulsioná-lo em termos de adesões e receita. No entanto, o candidato evita projetar uma meta de arrecadação via sócio-torcedor caso seja eleito, visto que a pandemia do coronavírus tornou o mercado muito imprevisível.

Por fim, Natel deixou claro que tem como objetivo garantir que parte dos sócios-torcedores tenham o direito de escolher o presidente do Tricolor. De acordo com o candidato, a ideia é ter uma categoria dentre os planos que permita a participação do são-paulino na eleição. Ainda segundo Natel, será feito um estudo para definir o tempo mínimo de contribuição necessário para que o torcedor possa votar.

São Paulo, Sócio-torcedor, Estagnado, Chave, Eleição,SPFC

VEJA: Destaque do São Paulo, Brenner tem 'aval' de Ceni e multa de R$ 337 milhões

CONFIRA:
Diniz não terá muitas opções na lateral direita para o próximo jogo



SPFC MONITORA MERCADO ATRÁS DE REFORÇOS APÓS LESÕES LOTARAM O DM

Avalie esta notícia: 5 0

Comentários (6)

16/10/2020 13:57:00 Joseff Souza

Tem q cancelar tds os titulos ,até a diretoria atual ou quem vier entender q o torcedor tem q ser ouvido ,atendido e respeitado por eles em geral !!!

16/10/2020 11:28:46 Amandio Vilela

Júlio Casares pra ver se as coisas voltam a andar.

16/10/2020 09:58:58 Paulo Monteiro de Mello

Sai na era Leco / Raí... E não volto com Casares / Pássaro palmeirense.

16/10/2020 09:35:44 Wander Tolentino

Natural essa constatação. Final de péssima gestão, aliás a pior de todos os tempos. Agora é torcer realmente que as coisas mudem com a nova diretoria.

16/10/2020 09:15:45 Paulo Henrique Sampaio

Demorou socio torcedor e o camimho ele tem q rer direito a voto para escolher o presidente se isso acontecer o socio torcedor vai explodir .

16/10/2020 09:14:48 Armando Aparecido

Esta ideia d julho casares e d roberto natel é uma otima idéia

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 - -
    Flamengo
    Flamengo
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Copa Do Brasil

    Dom - 20:30 - Morumbí
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 2
    X
    Fortaleza EC
    Fortaleza EC
    Calendário Completo
  • publicidade
  • Blogs

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Internacional
    2 Flamengo
    3 Atletico-MG
    4 Fluminense
    5 São Paulo
    6 Santos
    7 Palmeiras
    8 Fortaleza EC
    9 Grêmio
    10 Ceará
    11 Atletico Goianiense
    12 Sport Recife
    13 Corinthians
    14 Bahia
    15 Bragantino
    16 Botafogo
    17 Vasco DA Gama
    18 Atletico Paranaense
    19 Coritiba
    20 Goiás
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    35 18 10 5 3 30 15 15 VVVVE
    35 18 10 5 3 32 21 11 VVEVE
    32 17 10 2 5 31 20 11 DVEDE
    29 18 8 5 5 28 21 7 VVEEV
    27 15 7 6 2 20 13 7 EEVVE
    27 18 7 6 5 24 22 2 EVDVD
    25 17 6 7 4 22 20 2 DDDDV
    24 16 6 6 4 16 11 5 EEVEV
    24 17 5 9 3 19 16 3 VDVEV
    22 17 6 4 7 21 24 -3 DEVEV
    22 18 5 7 6 17 24 -7 DVVED
    21 18 6 3 9 18 26 -8 DDDDE
    21 18 5 6 7 21 26 -5 EDVDV
    19 17 5 4 8 22 25 -3 DVDEV
    19 18 4 7 7 21 24 -3 DDEVV
    19 17 3 10 4 17 20 -3 EVVDE
    18 16 5 3 8 19 24 -5 DDDDD
    16 17 4 4 9 13 19 -6 EDDED
    16 18 4 4 10 15 24 -9 DEVDD
    11 16 2 5 9 19 30 -11 DDEED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota